google.com, pub-7363809219244122, RESELLER, f08c47fec0942fa0

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em Português Correcto

Blog interactivo onde se pretende dar resposta a questões sobre o português falado e/ ou escrito

Passas-te/Passaste; ficas-te/ ficaste; mandas-te/mandaste...

c_2011_1342028440.jpg

 Com o final das aulas é costume perguntar:

 

- Passaste de ano?

ou 

-Passas-te de ano?

 

Esta é uma dúvida muito frequente e facilmente resolvida se usarmos as seguintes técnicas para fazer a distinção:

 

1. Recorrendo à acentuação da palavra

Em "passas-te" e "ficas-te", o acento recai na primeira sílaba ("pá"; "fí") e em passaste e ficaste, recai na segunda sílaba ("ssás" e "cás"). 

Lemos: passáste e pássas-te

Por isso usamos hífen quando a sílaba mais forte for a primeira (passas-te, mandas-te). E escrevemos "tudo junto" quando a sílaba mais forte for a segunda (passaste, ficaste).

 

2. Recorrendo à negativa

Outra forma de fazer a distinção é recorrer à negativa. Como obrigatoriamente o pronome "te" tem de ficar antes do verbo, podemos perceber quando deve ser "tudo junto" ou "com tracinho".

Exemplo:

Passaste de ano 

Não te passas de ano. 

Não passaste de ano. 

 

Como se pode verificar, ao colocarmos a frase na negativa percebemos que o "te" de passaste não é um pronome e por isso deve ficar "agarrado" ao resto do verbo.

 

3. Recorrendo à gramática.

Já agora, e não menos importante, podemos também recorrer à gramática e verificar que "passas-te" é uma forma reflexa na 2.ª pessoa do singular do presente do indicativo e "passaste" está no pretérito perfeito do indicativo, 2.ª pessoa do singular (Eu passei, tu passaste, ele passou...).

Assim devemos escrever:

Passaste de ano?

Tu ficaste retido no 7.º ano.

Tu "passas-te" quando vês aquela miúda!

 

Nota: Texto originalmente escrito em 10/05/2007 reformulado.

Imagem retirada daqui.

4 comentários

Comentar post