Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Em Português Correcto

Blog interactivo onde se pretende dar resposta a questões sobre o português falado e/ ou escrito

Plural de fã

Com frequência lemos frases do género:

"Floribela desaponta os fans."

 

Ora, o plural de fã, palavra que teve origem na inglesa fan(atic), é fãs e não fans.

Assim devemos escrever:

O clube de fãs.

Floribela desaponta os fãs.

Prol ou prole?

"Ele combateu em prole da Nação!"

 

Nesta frase há uma confusão entre o nome "prole" e a locução preposicional "em prol de".

  • Prole significa “geração”, “descendência”, “filhos”. 
  • Em prol de significa “a favor de”, “em defesa de”, “em proveito de”.           
Vejam-se os exemplos:
 
- Hoje ele poderia orgulhar-se da sua prole.
- O espectáculo foi organizado em prol da luta contra o cancro.
 
Assim:
 
Ele combateu em prol da Nação!.

Chamar a atenção ou chamar à atenção?

Ambas as expressões existem mas têm significados diferentes, conforme regista o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa.
 
  • Chamar a atenção – significa “despertar interesse ou curiosidade” ou “ser bem visível”. Pode também significar “fazer notar ou destacar” quando seguida das preposições de, para ou sobre.
  • Chamar à atenção – significa “fazer uma crítica ou um reparo”.
 
Vejamos alguns exemplos:
 
- Esta imagem chama a atenção.
- Aquele quadro chama a atenção por causa das cores.
- Ela chamou a atenção do filho para a limpeza do quarto.
- Os alunos foram chamados à atenção.

Obteu ou obteve?

"Ele obteu o documento rapidamente."

 

A palavra destacada é mais um erro relacionado com a influência de algumas formas verbais e com o desconhecimento de outras.

A forma correcta é "obteve". O verbo obter é formado a partir do verbo ter, por isso segue a sua conjugação. Assim:

 

Eu tive - Eu obtive

Tu tiveste - Tu obtiveste

Ele teve - Ele obteve

Nós tivemos - Nós obtivemos

Vós tivestes - Vós obtivestes

Eles tiveram - Eles obtiveram

Desfolhar ou Folhear?

“O Miguel desfolhou  com atenção o livro e não encontrou a receita!”

 

Nesta frase há uma nítida confusão entre o verbo “desfolhar” que significa “tirar as folhas” e o verbo folhear, que significa “virar as folhas de um livro”, “ler por alto”, “consultar um livro”. Se considerássemos a frase como correta, significaria que o Miguel tinha arrancado as folhas todas do livro. Se quiséssemos dizer que ele viu todas as folhas e, mesmo assim, não encontrou a receita, então a frase correta seria:


 

“O Miguel folheou com atenção o livro e não encontrou a receita!


 

Não se engane!

  

                folhear                                   desfolhar


Vestoria ou vistoria?

- O juiz ordenou uma vestoria ao local.

 

A forma assinalada está errada. A palavra correcta é vistoria, que significa “inspecção”.

Pára-quedas ou paraquedas?

Ao contrário do que se vê, mesmo em nomes de clubes, as formas dicionarizadas são:

  • Pára-quedas
  • Pára-quedista
  • Pára-quedismo

Acessibilidades ou acessos?

"Os bombeiros não puderam chegar mais cedo devido à falta de acessibilidades ao local do incêndio."

 

Encontramos aqui um erro difundido pelos diferentes órgãos da Comunicação Social. Acessibilidade é a “qualidade de ser acessível”, “a facilidade na aproximação, no trato ou na obtenção”. Não é um sinónimo de acesso.

 

Assim,

 
 

 
- Os bombeiros não puderam chegar mais cedo devido à falta de acessos ao local do incêndio.

 

- O estádio tem boa acessibilidade, graças ao elevado número de acessos.