Blogue interativo onde se pretende responder a perguntas frequentes de Língua Portuguesa.

Envie dúvidas para:

portuguescorrecto@gmail.com

Este blogue recomenda:

Pontapés na Gramática - www.wook.pt

Ligações

Parcerias

arquivos

Junho 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Agosto 2011

Janeiro 2011

Julho 2010

Fevereiro 2010

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

blogs SAPO

subscrever feeds

Quinta-feira, 30 de Abril de 2009

Círculo ou ciclo vicioso?

 

Esta imagem reproduz um 

 

a) ciclo vicioso da crise económica.

b) círculo vicioso da crise económica.



Ao contrário do que se ouve por aí, a expressão correta é "círculo vicioso".

Faz todo o sentido que se fale em círculo, uma vez que esta expressão está relacionada com a falta de solução derivante de uma outra causa, ou seja, A dá lugar a B que, por sua vez, dá novamente lugar a A. Assim, não se sai do “círculo”. Aliás é fácil de constatar que se trata de um círculo, pois quase todos os diagramas que ilustram estes problemas surgem com a forma circular.

Mas ainda continua muita gente a falar em ciclo vicioso, até mesmo aqueles que deviam dar o exemplo, como é o caso do atual primeiro ministro português, como consta neste título do jornal de Negócios que podem ver aqui.

E para dar algum humor a este artigo, aqui está um "círculo vicioso".




Fontes:


imagem de topo

imagem final

publicado por PN às 22:00

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 29 de Abril de 2009

Cérbero ou cérebro?

- Os médicos diagnosticaram-lhe uma lesão no cérbero.

A frase acima apresentada está correcta?

Neste caso ambas as palavras existem na língua portuguesa, desde que sejam escritas com maiúscula. Veja porquê:

- Cérbero – cão de três cabeças que segundo a mitologia grega era o guarda dos Infernos.

- Cérebro – órgão do corpo humano, centro das sensações e origem dos movimentos voluntários.

Assim, o correcto é:

- Os médicos diagnosticaram-lhe uma lesão no cérebro.

- Cérbero era uma personagem da mitologia grega.

publicado por PN às 23:59

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 28 de Abril de 2009

A diabetes ou os diabetes

- Tenho os diabetes a 250.

 

Esta frase não está correcta. A palavra diabetes é feminina e singular. Contudo, usa-se o nome desta doença como se se tratasse de uma palavra no plural.

Na verdade devemos dizer “a diabetes”. Assim, diga:

 

- Tenho a diabetes a 250.

tema:
publicado por PN às 23:58

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 27 de Abril de 2009

Plural de corrimão

Qual o plural de corrimão?

 

a)      Corrimãos

b)      Corrimães

c)      Corrimões

 

A palavra corrimão admite dois plurais. Por isso as palavras das alíneas a) e c) estão correctas.

Com efeito, tal como a palavra mão, corrimão tem um plural em –ãos. Contudo, em língua portuguesa é mais comum o plural em –ões. Daí que coexistam as duas formas: corrimãos e corrimões.

Por isso pode dizer:

 

- Nesta fábrica fazem corrimãos.

- Nesta fábrica fazem corrimões.

publicado por PN às 23:57

link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
Domingo, 26 de Abril de 2009

Bêbado ou bêbedo?

Qual a frase correcta?

 

a)      O estudante está bêbado.

b)      O estudante está bêbedo.

 

Na verdade estão as duas correctas. Bêbado/ bêbedo são duas formas gráficas para registar o adjectivo sinónimo de embriagado. Trata-se de mais um caso de dupla grafia como acontece com palavras como síndroma/ síndrome ou louça/ loiça. Por isso, pode usar qualquer uma destas palavras.

publicado por PN às 23:56

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 25 de Abril de 2009

Incipiente ou insipiente?

 - O deputado afirmou que o governo era incipiente.

 

Isto significa que o deputado considera o governo:

 

a)      Principiante;

b)      Ignorante.

 

A opção correcta é a a).

Incipiente significa principiante, que está no começo.

Insipiente significa ignorante, que não sabe.

publicado por PN às 23:55

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 23 de Abril de 2009

Pagem ou pajem?

- O pagem transportava uma cadeira.

 

Está correcta a frase?

Não. Deve-se escrever pajem.

Geralmente as palavras terminadas em –agem escrevem-se com”g” por virem do francês. Por exemplo:

 

Garage – garagem

Paysage – paisagem

 

A palavra pajem é uma excepção.

Por isso, escreva:

 

O pajem transportava uma cadeira.

A paisagem era encantadora.

publicado por PN às 23:53

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 22 de Abril de 2009

Consolar ou consular?

- Ela estava tão triste que eu não sabia como a havia de ___________________.

 

Qual a palavra que completa correctamente a frase?

Repare:

·         Consolar = confortar, animar, aliviar a dor a quem sofre.

·         Consular = relativo ao cônsul.

 

Assim:

- Ela estava tão triste que eu não sabia como a havia de consolar.

- Ele obteve protecção consular.

publicado por PN às 23:52

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 21 de Abril de 2009

Assoar ou assuar?

- Estou tão constipada que já me dói o nariz de tanto me assuar.

 

Assuar ou assoar?

Vejamos a diferença entre as duas palavras:

 

·         Assoar = limpar as mucosidades do nariz.

·         Assuar = ajuntar em assuada; insultar com vaias.

 

Assim, devemos escrever:

 

- Estou tão constipada que já me dói o nariz de tanto me assoar.

- Ouvia-se a multidão a assuar o ministro.

publicado por PN às 23:51

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 20 de Abril de 2009

Franquear ou Franquiar?

- O ministro vai franquear o acesso aos visitantes.

- O funcionário está a franquiar a correspondência.

 

Estarão as frases acima transcritas correctas? Veja o significado de cada um destes verbos:

 

Franquear = tornar franco, livre; facultar o uso, a participação ou a realização; permitir a passagem, a circulação ou o acesso; abrir-se com alguém, revelar; transpor. Exemplos:

 

- Ele vai franquear a casa de campo aos amigos. (=facultar o uso)

- O Miguel foi o primeiro atleta a franquear a meta. (=transpor)

 

·         Franquiar = colocar a franquia ou selo na correspondência ou em encomendas postais; selar. Exemplos:

 

- Tenho de franquiar a carta antes de a enviar. (=selar)

 

Portanto, pode-se concluir que as frases acima apresentadas estão correctas.

publicado por PN às 23:50

link do post | comentar | favorito

pesquisar

 

tema

"de forma que” ou “de forma a que”

"façamos" e "possamos" (pronúncia de)

à

à bocado ou há bocado; à pouco ou há pou

a cerca de

à falta de/ há falta de

a fim ou afim

a herpes ou o herpes

á ou há

à parte ou aparte

à pouco ou há pouco

a ver ou haver

à vontade ou à-vontade

à/há/a

abreviaturas

abstenção ou abstinência

acerca de

acerto ou asserto

acessibilidade ou acesso

acordo ortográfico

açoreano ou açoriano

adesão ou aderência

adjectivos

adn ou dna

ah

album ou álbum

alcoolemia ou alcoolémia

aldeão (plural de)

aluga-se ou alugam-se

alugar ou arrendar

amaríssimo

analisar ou analizar

andar ou andarem (infinitivo impessoal o

anteontem ou antes de ontem

antes de mais ou antes demais

aonde ou onde

apesar de a ou apesar da

apetência ou aptidão

aprender e apreender

apresentar-se-à ou apresentar-se-á

arrolhar ou arrulhar

ás ou às

assoar ou assuar

atractivo ou atraente

atraem ou atraiem

aula de inglês em natal

bêbado ou bêbedo

bem haja/ bem aja/ bem hajam

benvindo/ bem-vindo

bilião

blogómetro; top 10

boas festas ou boas-festas

bocal ou bucal

bolçar ou bolsar

ç

c

caber ou couber

caem ou caiem

calçar ou vestir luvas

cartuxo ou cartucho

cérbero ou cérebro

cerrar ou serrar

chamar a/ à atenção

cheque ou xeque

círculo ou ciclo vicioso

climático ou climatérico

clínico geral (feminino de)

cobarde ou covarde

côco ou coco

com nós ou connosco

com ou sem "h"

concertar ou consertar

concerteza ou com certeza

concerto ou conserto

concordância com "o número de"

conjugação pronominal

consolado ou consulado

consolar ou consular

convidamo-vos ou convidamos-vos

cor ou côr

corrector ou corretor

costear ou custear

costeleta ou costoleta

cota ou quota

currículo ou curriculum

de que

de repente ou derrepente

decerto/ de certo

decorrer ou decorrimento

defenida ou definida

deferir ou diferir

degradado ou degredado

demais ou de mais

desapercebido ou despercebido

desfolhar ou folhear

desfrutar ou disfrutar

desmentimento ou desmentido

pronomes

tacha ou taxa

ter de ou ter que

todas as tags