Blogue interativo onde se pretende responder a perguntas frequentes de Língua Portuguesa.

Envie dúvidas para:

portuguescorrecto@gmail.com

Este blogue recomenda:

Pontapés na Gramática - www.wook.pt

Ligações


contador de visitas

Parcerias

arquivos

Agosto 2014

Junho 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Agosto 2011

Janeiro 2011

Julho 2010

Fevereiro 2010

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

blogs SAPO

subscrever feeds

Quinta-feira, 10 de Maio de 2007

À, á, há ou ah?

  • á ou à

Muitas pessoas têm dificuldade na colocação do acento no "a" e, erradamente, optam pelo acento agudo (´). Com efeito, sempre que se trate de utilizar a preposição "a" contraída com o artigo definido "a", o acento é grave.

 

Exemplificando: O João vai à feira = O João vai a(prep.) a(art.) feira

a + a = à

 

O acento grave só surge em mais seis palavras portuguesas. A saber:

 

às (a + as) Ex. Ele foi para casa às quatro horas.

àquele (a + aquele) Ex. Ele foi àquele sítio de que te falei.

àquela (a + aquela) Ex. Ela foi àquela conferência.

àqueles (a + aqueles) Ex. Eles foram àqueles bares famosos.

àquelas (a + aquelas) Ex. Elas foram àquelas lojas.

àquilo (a + aquilo) Ex. Não liques àquilo que ele disse.

 

Por isso não se enganem: este "á" não existe.

  • à ou há

Já vimos de onde surgiu a palavra à. No entanto, ela é facilmente confundida com a sua homófona . Ora, este segundo vocábulo, é uma forma do presente do indicativo (3.ª pessoa do singular) do verbo haver. Este verbo tem várias significações e uma das formas de termos a certeza de que se trata da forma verbal, é substitui-la por um sinónimo, como "existe".

 

Exemplificando: Ele disse que há/ à um acento na palavra

                             Ele disse que existe um acento na palavra

                            = Ele disse que um acento na palavra.

 

O exemplo tenta demonstrar, que sendo possível substituir-se a palavra pela forma verbal "existe", ficamos a saber que devemos utilizar a forma do verbo haver, ou seja, "".

 

Veja-se outro exemplo:

O João vai à/há escola.

O João vai existe escola (não faz sentido) = O João vai à escola.

 

No entanto, nem sempre este truque resulta. Assim, aconselho um outro: substituir a palavra por "havia". Se a frase ficar com sentido, é porque se trata da forma "", caso contrário, será a palavra "à".

  • E a forma "ah"?

"Ah" é uma interjeição exclamativa. Serve para exprimir admiração.

Ex. Ah, que bébé tão lindo!

tema: , ,
publicado por PN às 00:19

link do post | comentar | favorito
17 comentários:
De josué a 8 de Setembro de 2013 às 18:00
essa materia está incompleta á existem sim um do significado dele é população eximia.ex sem tecnologia não á humanidade . esse á se refere uma exelente humanidade , boa humanidade etc
De PN a 9 de Setembro de 2013 às 19:51
Lamento, Josué, mas nesse caso deve escrever "sem tecnologia não há humanidade". Essa definição de "á" é invenção sua. Volto a afirmar e pode procurar em qualquer gramática ou dicionário: "á" é um erro e apenas existe para designar o nome da letra "a".
De José P. a 4 de Novembro de 2013 às 11:49
Bom dia.
Agradecia que me ajudasse a esclarecer a seguinte, e velhíssima dúvida quanto ao uso da palavra há ou à na seguinte frase:
" Há que tirar prazer daquilo que se faz"
ou
"à que tirar prazer daquilo que se faz" ?
No meu entender, a primeira opção está correcta. Se usarmos um dos truques propostos - "havia que tirar prazer" - funciona!
Obrigado.
José P.
De PN a 8 de Novembro de 2013 às 19:42
Está certíssimo José P. ! A forma correta É "Há que tirar prazer...". Os truques funcionam. :-) Mas também é fácil perceber que aqui se trata do verbo haver.
De matheus a 11 de Novembro de 2013 às 19:43
"há 25 anos no mercado."

"Á 25 anos no mercado."

Qual forma é a correta?

att Matheus
De PN a 17 de Dezembro de 2013 às 13:16
Há 25 anos.
De Daniel a 24 de Janeiro de 2014 às 08:46
Olá

É sempre bom haver matéria em português que nos faça tirar as dúvidas que vão surgindo, os meus Parabéns para esta e todas as outras iniciativas do género!

Há sempre dúvidas em relação a determinados parâmetros gramaticais e este sem dúvida que me ajudou a recordar de forma correcta a colocação do acento.
De vitor a 6 de Fevereiro de 2014 às 16:47
já se encontra com sujidade à/há bastante tempo
De AnaH a 7 de Abril de 2014 às 14:04
Há bastante tempo
De Renan a 10 de Junho de 2014 às 13:56
Gostei
De Marta a 16 de Junho de 2014 às 18:35
Então só uma dúvida, diz-se á direita ou à direita? é que nas composições da escola e isso nunca me corrigiram o "á"...
De PN a 14 de Julho de 2014 às 00:40
Marta, se nunca nenhum professor lhe corrigiu "á" é porque estava distraído. Esse é um erro que nunca deixo de assinalar nos textos dos meus alunos. Só "à direita" está correto. Não existe "á", ou melhor, é um erro.
De Leila Benedetti a 20 de Junho de 2014 às 15:25
Adoro a net num click podemos pesquisar tudo.
De Maria Helena a 26 de Julho de 2014 às 16:50
Uma dúvida que sempre carrego comigo...
Normalmente quando uma mulher está desocupada,no face, sem fazer nada; as pessoas comentam:

_Há um tanque de roupa suja pra lavar!
_A uma pia de louça pra lavar!!! ou
_Ah um tanque de roupa suja pra lavar

Qual seria a forma correta??
De PN a 31 de Julho de 2014 às 12:11
Neste caso, escreve-se "há", uma vez que se trata do verbo haver. É equivalente a dizer "existe um tanque para lavar".
De Gabriel a 24 de Julho de 2014 às 06:11
Na frase: "Foi uma vitória gloriosa para eles, comparando a sua tecnologia à dos inimigos.", o "à" está bem empregue, certo?
De PN a 31 de Julho de 2014 às 12:11
Sim, está certo.

Comentar post

pesquisar

 

tema

"de forma que” ou “de forma a que”

"façamos" e "possamos" (pronúncia de)

à

à bocado ou há bocado; à pouco ou há pou

a cerca de

à falta de/ há falta de

a fim ou afim

a herpes ou o herpes

á ou há

à parte ou aparte

à pouco ou há pouco

a ver ou haver

à vontade ou à-vontade

à/há/a

abreviaturas

abstenção ou abstinência

acerca de

acerto ou asserto

acessibilidade ou acesso

acordo ortográfico

açoreano ou açoriano

adesão ou aderência

adjectivos

adn ou dna

ah

album ou álbum

alcoolemia ou alcoolémia

aldeão (plural de)

aluga-se ou alugam-se

alugar ou arrendar

amaríssimo

analisar ou analizar

andar ou andarem (infinitivo impessoal o

anteontem ou antes de ontem

antes de mais ou antes demais

aonde ou onde

apesar de a ou apesar da

apetência ou aptidão

aprender e apreender

apresentar-se-à ou apresentar-se-á

arrolhar ou arrulhar

ás ou às

assoar ou assuar

atractivo ou atraente

atraem ou atraiem

aula de inglês em natal

bêbado ou bêbedo

bem haja/ bem aja/ bem hajam

benvindo/ bem-vindo

bilião

blogómetro; top 10

boas festas ou boas-festas

bocal ou bucal

bolçar ou bolsar

ç

c

caber ou couber

caem ou caiem

calçar ou vestir luvas

cartuxo ou cartucho

cérbero ou cérebro

cerrar ou serrar

chamar a/ à atenção

cheque ou xeque

círculo ou ciclo vicioso

climático ou climatérico

clínico geral (feminino de)

cobarde ou covarde

côco ou coco

com nós ou connosco

com ou sem "h"

concertar ou consertar

concerteza ou com certeza

concerto ou conserto

concordância com "o número de"

conjugação pronominal

consolado ou consulado

consolar ou consular

convidamo-vos ou convidamos-vos

cor ou côr

corrector ou corretor

costear ou custear

costeleta ou costoleta

cota ou quota

currículo ou curriculum

de que

de repente ou derrepente

decerto/ de certo

decorrer ou decorrimento

defenida ou definida

deferir ou diferir

degradado ou degredado

demais ou de mais

desapercebido ou despercebido

desfolhar ou folhear

desfrutar ou disfrutar

desmentimento ou desmentido

pronomes

tacha ou taxa

ter de ou ter que

todas as tags